Top Social

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

O dia da cirurgia chegou

31 de janeiro de 2014
Eram dez da manha e lá estava eu. Nervosa nervosa. Será que vai doer? será que vou sentir lá a escurtassarem? mil e uma duvidas. O medico, um simpático; explicou-me todo o procedimento, e que iriamos avançar com calma, sem medos. Qualquer coisinha já sabia, levantava a mão esquerda e toca de fazer a piadola do costuma "qual é a mão esquerda?" não tivesse eu tão nervosa e tinha levantado a mão direita só naquela de assustar o medico. 
Explicada a coisa toca de passar para os raio-x, muitos, e para a anestesia. Perdi a conta ás seringas com anestesia que passaram à minha frente, foram várias, foram bem ali uns quinze minutos a espicaçar com anestesia; o que vale depois de duas ou três picadelas deixei de sentir fosse e que fosse. E toca de começar.

Ele era afastadores para afastar a gengiva do osso, as brocas, os aspiradores e mais uma data de coisas que não interessa e vou-vos poupar a pormenores; eu própria quando via muita confusão ali à minha frente que envolvia aquela coisa vermelha chamada sangue fazia questão de desviar o olhar. 
Tive direito a assistentes e muitas fotografias durante o processo; é um caso interessante disse o médico. E assim  foi durante uma hora. Ás tantas acho que a minha boca já estava bloqueada e nem dava para fechar; na realidade foi o mais difícil da cirurgia, estar 1h SEMPRE com a boca bem aberta e sentir ali os afastadores a fazer força, tirando isso senti zero. Thank God.

Assim que comecei a levar os pontos toda eu começou a fazer força com dor; não era dor dos pontos, alias não sentia picada nenhuma; era dor..... de dentes!!! O drama, o horror. Mão esquerda no ar. Expliquei; terminaram de dar os pontos e foram muitos e foi logo ali mesmo comprimidos pelo buxo abaixo. Diz que é normal começar a doer; é sinal que correu bem e que não se "estragou" nada; tá tudo vivinho da silva. Eu não sei; só pensei para mim "tou fudida" nem quero imaginar como vai ser depois. Toda eu tremia com dores. Um saquinho de gelo para a menina e toca de ouvir as recomendações. Mil e um comprimidos para tomar; nada de bochechar; nada de comer coisas quentes; nada de comer sequer para o lado do dente; nada de cuspir (??), nada de esforços, nada de baixar a cabeça, meter bastante gelo e claro, que se ficar com a cara inchada e NEGRA é perfeitamente normal. Portanto o melhor é nem sequer pensar em sair à rua senão pensam que andei à batatada.

Entretanto passaram pouco mais de duas horas, já tomei três comprimidos, e já tenho a cara bastante inchada. Bonito portanto. Só espero que isto não doa muito, a serio, se quiser ficar negro que fique mas doer não; tou farta de dor de dentes.


4 comentários on "O dia da cirurgia chegou"
  1. Não bochechar para não sair o coágulo... pois ajuda na cicatrização.

    ResponderEliminar
  2. O não cuspir é para não abrir os pontos :)
    Melhoras maçanita!

    ResponderEliminar
  3. Bem, isso foi mesmo doloroso! Agora o melhor é seguires os conselhos médicos para uma rápida recuperação.
    As melhoras!

    ResponderEliminar
  4. @Anonimo: pois, eu percebi :) :)

    ***

    @Miss: pois, ele explicou, ainda bem que avisou porque nunca me ia lembrar de tal coisa. Obrigado, ja estou melhor :)

    ***

    @A_Pimenta: Obrigado :) ja me começo a sentir melhor

    ResponderEliminar

Desabafa que faz bem à alma