Top Social

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

E depois, eu é que tenho mau feitio?!

24 de março de 2011
Já que se fala em médico, continuemos.
Em tempos, há já uns bons pares de anos fui a um psiquiatra a "mando" do médico de família.
Primeiro achei a ideia completamente despropositada, não tinha problemas, não andava louca, andava sim cansada, bastante cansada. Para mim quem ia ao psiquiatra era quem realmente precisava de ajuda. Depois em conversas com amigas e namorado lá me deram uma ideia diferente da coisa que secalhar até era bom falar com alguém das coisas que me deixavam cansada e exausta, falar delas com uma pessoa de fora sem medo de reacções. Comecei a pensar que secalhar até era giro fazer aquilo que se faz nos filmes, deitar-me numa chaiselongue e desatar a desbobinar tudo e mais alguma coisa enquanto o tipo sentado na cadeira apontava as coisas num caderninho e perguntava outras.
Uns dias mais tarde tinha a consulta marcada e lá fui eu.
Não estão bem a ver aquilo que me esperava. O tipo, um homem já com uma certa idade mandou-me sentar à secretaria e começou a perguntar algumas coisas. Pensei que fosse para preencher uma fichinha com os meus dados pessoais ou lago do género. Errado!!!
Acabei por ficar cerca de uma hora sentada numa cadeira à secretaria, que estava cheia de dossiers, papeis e processos que quase não me deixavam ver a cara do tipo; e como se isso não bastasse a assistente de secretaria dele passava o tempo todo a entrar e a deixar mais papeis ao "doutor". Achei aquilo surreal e como se não bastasse o homem ficou com ideia que eu me queria suicidar ou algo do género e deu-me o contacto dele que podia usar 24h por dia, qualquer dia a qualquer hora. Inacreditável....
Sai de lá a rir às gargalhadas e a achar que aquilo era uma estupidez brutal.
Serão todos assim? ou calhei mesmo muito mal com o tipo?
2 comentários on "E depois, eu é que tenho mau feitio?!"
  1. Enganaste-te foi no "doutor"...devias era ter ido ao psicólogo e não ao psiquiatra...os psiquiatras são médico com especialidade em psiquiatria, e tal como a maioria dos outros médicos apenas passa medicação e pouco mais...os psicólogos esses sim usam o tal "divã" onde tu podes falar e desabafar sobre o que realmente te incomoda. Claro que há muitas pessoas que necessitam de medicação, que na minha opinião serve para estabilizar a pessoa para a actuação do psicólogo e posterior desmande de medicamentos. É como que se fosse um fisiatra e um fioterapeuta. O primeiro com formação médica que passa medicação ou exercícios executados pelo fisioterapeuta (formação mais técnica) e que é quem cura realmente o paciente...
    Se procurar ajuda então não fiques com a ideia errada e procura um bom psicólogo...

    ResponderEliminar
  2. Ah agora percebo!
    Obrigado pelo esclarecimento :) pelos vistos fui "mal encaminhada" pelo médico de familia.
    Para a proxima ja sei!!

    ResponderEliminar

Desabafa que faz bem à alma