Top Social

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

4 de janeiro de 2012
Este inverno tem sido uma piroseira pegada.
Já estou constipada para ai há mais de 2 meses. Nada que me deixe de cama mas o pingo está constantemente no nariz, depois é a garganta que arranha, depois é tosse, depois estou quase boa e lá volta a garganta a arranhar, e não saímos disto. Arre. Além de fartinha não ganho para os lenços.
6 comentários on " "
  1. ultimamente tenho andado sempre constipada. as melhoras*

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Cinderela :)
    e as melhoras para ti tambemm

    ResponderEliminar
  3. Ainda hoje pensei isso, depois de uma faringite, de uma rinite, a tosse que me deixa sem respirar e já me trouxe uma dor terrivel nas costas, lá anda o pingo, a dor de garganta e os espirros de volta à acção...é preciso ter nervos lol
    As melhoras para "nóses".

    ResponderEliminar
  4. Eu já disse por aí mas ninguém me acreditou e na dúvida se viste ou não vou repetir.
    Come uma anona por dia e durante um mês, mas sem falhar um dia e livras-te de todas as constipações, gripes, infecções, inflamações e até de cancros.
    Para lá de ser um fruto saborissíssimo e barato, a anona tem poder curativo 100 vezes superior à mais forte quimioterapia.
    E depois, por que não experimentar?

    ResponderEliminar
  5. Xi Wanda ainda tas pior que eu :s
    As melhoras.
    ---

    Pássaro Viajeiro: por acaso essa não conhecia!

    ResponderEliminar
  6. Garantidamente!
    Come uma anona por dia, e se gostares come as que quiseres.
    Como todas as jovens mulheres deves ter análises, exames, mamografias, enfim; essas coisas.
    Come uma ou mais anona por dia e depois faz exames a tudo novamente e compara com os anteriores.
    Estás limpinha de tudo como um recém-nascido.
    Falo por experiência própria, e de outros e outras a quem já vali em situações extremas e que hoje vivem felizes.
    Uma ou mais por dia sem falhar uma vez, durante um mês, pelo menos. Se for mais melhor.

    ResponderEliminar

Desabafa que faz bem à alma