Top Social

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

Problemas que só as mulheres entendem

8 de outubro de 2014
Ha uma coisa que anda a evitar mas que a dada altura terei que meter mãos na massa. 
O pior, bem o pior é que todos dias arranjo uma desculpa para não pegar naquilo, ou é porque tou cansada; ou é porque vou a casa do Boy, ou é porque me apetece relaxar e ver um filme, ou é porque vou ao ginásio, ou é porque vou tratar de papelada da casa nova, ou é porque vou jantar fora e é isto. Ha semanas que ando a adiar a arrumação do meu armário da roupa.

A cena é que tou a chegar a um ponto em que basicamente não sei o que vestir porque a diferença entre o armário e uma banca da feira é pouca ou nenhuma. E agora vocês dizem, "ah Vânia mas isso é um problema geral" pois mas acreditam que o meu é beeeeemmmm mais grave que o geral. 
Não bastava ter a roupa de Verão a ficar misturada com a roupa de Outono/inverno coisa que detestooooo, basicamente ainda tenho o problema do peso. Pois que o ano passado nesta altura estava com exactamente 12kg a mais, e assim derrepente tudo o que apanho para vestir esta-me largo. Preciso de comprar roupa, calças visto que baixei do 42 para o 36, preciso de comprar camisolas porque baixei dum L/Xl para um S/M; mas ao mesmo tempo além de ser uma tesa, não me apetece comprar roupa porque não tenho onde a arrumar, a não ser que vá para um monte.

E é isto. Preciso separar a roupa. A de verão e a de inverno. Preciso experimentar a roupa e separar a que me serve(de anos anteriores antes de ser badoxa), da que me está larga e menos própria, para doar, e ainda a que me está larga e em excelentes condições para tentar vender; e acreditem que tenho lá roupa ainda com etiquetas por exemplo (coisas que comprei e que depois acabei por não me gostar de ver com aquilo e acabaram por ir ficando)

Eu juro que tento ganhar coragem e que várias vezes quando estou no trabalho penso "é hoje" mas depois chego a casa, olho para aquela grande confusão e perco a vontade, chego mesmo a ficar enjoada.



Fosse eu rica, agarrava na roupa toda de braçado para dentro de caixas e dava-a. Todinha. e começava do zero. Isso sim. Era uma maravilha.

***
Post Comment
Enviar um comentário

Desabafa que faz bem à alma