Top Social

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

A doença, a dor, o medo

10 de fevereiro de 2015
Lembro-me quando a minha madrinha ficou doente, sempre me custou  e sempre pensei que era incapaz de viver com aquilo todos os dias. Dava por mim parada a imaginar a dor e o medo dos meus primos e achava sempre que eu, seria incapaz de lidar com uma situação dessas.

Até que as doenças nos entram porta dentro sem pedir licença, e quando damos por ela já estão lá instaladas junto a nós. Depois, bem depois é toda uma grande confusão.
Nos primeiros dias choras,  depois ficas em choque e já nem as lágrimas caem, depois ficas aluada sem perceber bem o que te atingiu, e depois voltas a chorar mas com medo. 

A doença é assim. Uma merda. Uma coisa que nos atinge e todos os dias nos vai matando mais um bocadinho. Consome-me agora, mais logo, amanhã, depois de amanhã.....
Ficas sem cabeça para trabalhar, para sair, para namorar... para nada. Porque cada momento tem o pensamento lá, e se num segundo até te consegues abstrair de tudo, no outro já estás na fossa.

E não é só isto que nos consome. Consome-nos o ter que ter força para "parecer" bem, para não andar de trombas com o mundo, para no fundo no fundo, ter de no meio de isto tudo, dar força a quem precisa dela. Porque esta sou eu, aquela que ate pode estar na maior merda, mas que faz uma força terrível para parecer bem e dar toda a força a quem realmente precisa.

Há meses que estou na merda e a única pessoa que sabe é o meu namorado. Porque esta sou eu, Vânia a reservada, que guarda tudo e para o mundo é feliz.

Claro que há dias que me passo, e quando me dizem "é que é uma vida boa que tens" apetece-me gritar tudo, deitar tudo cá para fora e mostrar que afinal a vida não tem sido assim tão sorridenta. 

Mas logo logo vai acabar tudo. A dor, o medo, e a farsa. Porque no final a mascara cai sempre e a farsa acaba, isso é certo.


Segue-me em: [ Facebook ] [ Instagram ]
11 comentários on "A doença, a dor, o medo"
  1. Sinto muito. Conheci o teu blogue ontem e logo agora uma notícia destas. Muita força!

    ResponderEliminar
  2. Um grande beijinho e muita força!!

    ResponderEliminar
  3. Já me tinha apercebido por um post teu aqui há uns tempos....
    E não tens que ser sempre forte não. Apoia-te em quem te ama mesmo assim para o bem e para o mal e chora, lamenta-te e depois arregaça as mangas, como sempre fazes.
    Um beijinho e já sabes, um carradão de energia positiva!

    ResponderEliminar
  4. há-de correr tudo bem, se não correr, corre na mesma :)

    ResponderEliminar
  5. You never know how strong you are until being strong is the only option you have...
    Beijinho carregado de energias positivas, de alguem que ja passou pelo mesmo e antes tambem pensava que nunca iria conseguir suportar uma situacao dessas. Mas sim, conseguimos. Por eles, por nos, e' preciso continuar a lutar, e a viver a vida, sempre, sempre!

    ResponderEliminar
  6. @@@@
    Obrigado a todos pela força.
    Obrigado mesmo!!!

    Nos próximos dias, depois de tudo acabar conto-vos tudo.

    Obrigado pela força. mesmo

    ResponderEliminar
  7. Lamento imenso estares a passar por isso. Mas não te feches: procura apoio nas pessoas que te são caras ou então em desconhecidos porque às vezes é mais fácil mostrar as nossas fraquezas a quem não nos conhece. Muita força e nunca percas a esperança

    ResponderEliminar
  8. É isso mesmo, as doenças são uma merda, que nos deitam abaixo. Não podemos fugir delas, mas podemos vencê-las. Força.

    ResponderEliminar

Desabafa que faz bem à alma