Top Social

[[[ Por Frutinha - Vânia Filipa ]]]

arrume a sua casa arrume a sua vida

8 de setembro de 2015
Cansada de uma vida cheia de coisas, atafulhada em tudo e mais alguma coisa, decidi que esta era altura ideal para mudar isso. Cansada de entrar no meu quarto e senti-lo pesado, cheio, atafulhado. Cansada da sensação de sufoco.

A mudança de casa que vai acontecer daqui a uns meses foi o acordar ideal para esta situação. Uma espécie de desculpa e ao mesmo tempo obrigação e vontade em me desfazer de grande parte das coisas.
Porque não quero esta sensação de sufoco na minha futura casa, quero uma sensação de paz, de tranquilidade.... quero chegar a casa depois do trabalho e sentar-me no sofá a beber um chá e sentir-me tranquila e feliz. Com aquela sensação de leveza.
Além disso, ter menos coisas vai-me facilitar imenso a tarefa das mudanças.

Comecei por atacar a roupa, e a meio deste processo esbarrei na Internet com o livro Arrume a sua casa arrume a sua vida, de Marie Kondo e achei que só podia ser o momento ideal para ele. Tinha de o ter nas mãos e ler cada palavrinha.

Recebi-o hoje e passei a hora de almoço a lê-lo. 35 paginas já foram. Impressionante como a visão da Marie é totalmente diferente da que tinha, a sua ideologia de arrumação é totalmente diferente da que tinha praticado até hoje. 
Segundo ela, não devemos arrumar um pouco de cada vez, não devemos pensar em arrumar por exemplo uma gaveta por dia, porque é mais fácil e menos dispendioso de tempo. Não.
O acto de arrumar deve ser feito de uma vez só. Devemos começar, continuar e parar quando estiver feito na tua totalidade. Porque o impacto vai ser diferente, e a sensação de dever feito vais ser maior. Caso contrario, a arrumar apenas um bocadinho por dia, vamos chegar a um ponto em que já estamos fartos de arrumar e continuamos sem ver trabalho feito.

Isto é só a ideia que fiquei do pouco que li, ainda muita pagina está por ler e ainda há muito para explorar.

Deixo alguns excertos.














A autora diz ainda que o primeiro passo é percebermos porque queremos arrumar e "descortinar" isso ao máximo.
Eu já dei o primeiro passo:

Porque quero arrumar?
Porque está tudo desarrumado.
Porquê?
Porque tenho coisas e roupa a mais.
Porquê?
Porque comprei demasiado e não uso grande parte.
Porquê?
Porque alguma já não me serve, outra não gosto e outra ta velha e não se usa.
Porquê?
Porque emagreci e mudei os meus gostos.
Porquê?
Porque cresci e mudei a minha forma de ver as coisas.
Porquê?
Porque percebi que a felicidade está nos momentos e não nas coisas.
Porquê?
Porque o que me faz feliz não é as coisas, são os momentos, o amor, a tranquilidade.
Porquê?
Porque com amor e tranquilidade sinto-me em paz e feliz.....


2 comentários on "arrume a sua casa arrume a sua vida"
  1. Também li esse livro, mas quando ela chega à parte dos desfazeres-te dos livros fez-me um pouco de confusão. E ler é uma coisa, fazer é outra. Estou à espera das próximas férias para ver se tenho coragem...

    ResponderEliminar
  2. @MAG: sim, já percebi que ela pode ser um bocado extremista em alguns aspectos, no entanto acho que é uma boa leitura e que pode ser aplicada em muitos aspectos da nossa vida.
    De qualquer forma, acho que até tem um pouco de razão.... se já li um livro, e não tenciono lê-lo outra vez, provavelmente não faz muito sentido estar a guarda-lo ;)
    (isto vindo de mim que já dei vários livros depois de os ter lido)Ainda assim tenho umas boas dezenas deles...... lolol

    ResponderEliminar

Desabafa que faz bem à alma